Peeling

VOLTAR

Promove o afinamento da pele, retirada de células mortas, uniformização da coloração, melhora da textura além de reduzir rugas finas.

A necessidade apresentada pela pele irá determinar o uso de um ácido específico, se o mesmo irá promover descamação ou não e a quantidade de aplicações. O uso de filtro solar durante esse tratamento é fundamental e após o tratamento recomenda-se hidratação para se obter um melhor resultado.

Esta conduta, que já foi largamente utilizada pelos cirurgiões plásticos em décadas anteriores, passou por um período de baixa procura. Atualmente tem sido bastante procurada, pelo fato de novos procedimentos terem sido introduzidos.

Vários fatores deverão ser levados em consideração, no exame inicial do (a) paciente:

a. Irregularidade da pele e sua causa: seqüela de espinhas, varíola, cicatrizes leves, micro-sulcos, etc.

b. Tipo étnico do(a) paciente: as pessoas de pele morena são mais propícias às complicações tipo “manchas”. Daí, a menor incidência de sua indicação em países tropicais (Brasil, etc.).

c. Tipo de atividade profissional do(a) paciente.

d. Presença de fatores locais que contra-indiquem o ato (barba irritável, espinhas ativas, irregularidade na superfície cutânea muito acentuada, presença de discromias em outras áreas, cicatrizes inestéticas, etc.).

e. Motivação do (a) paciente.

O Peeling ou Resurfacing poderá ser indicada em 1 ou mais sessões.

Poderá ser realizada sob anestesia local ou geral (resurfacing por radiofrequência ou laser), ou mesmo sob sedação peeling químico profundo) ou ainda nos casos de peelings superficiais, sem anestesia nenhuma.

Durante o período de eritema é proibida a exposição ao sol, a fim de se evitar o aparecimento de manchas na pele. Atualmente quase não se indica o peeling extenso da face simultaneamente. Geralmente se recomenda um intervalo de 60 a 90 dias entre uma conduta e outra. Poderá ser feito simultaneamente o peeling em áreas específicas (peri-bucal, pés de galinha).

Tratando-se de conduta que exige o esclarecimento de detalhes sobre o resultado a ser oferecido, normalmente solicita-se dos (as) pacientes que exponham todas suas dúvidas durante a primeira consulta.

A relatividade do resultado deverá ser assumida, para fins de decisão da intervenção, pelo (a) próprio(a) paciente, juntamente com seu cirurgião.